Perdas Auditivas

Tipos de Perda Auditiva:


Perda Auditiva Condutiva

Pode resultar de problemas ao nível do Ouvido Externo ou Ouvido Médio.

Ao nível do Ouvido Externo pode ser causada por: Estenoses (Estreitamento do Canal Auditivo), Tampão de Cêra (Cerúmen), Exostoses (Crescimentos ósseos no Canal Auditivo - quando suficientemente grandes para o bloquear), Otite Externa (Quando provoca um inchaço suficiente para bloquear o Canal Auditivo).

Ao nível do Ouvido Médio pode ser causada por: Perfuração do Tímpano (Resultado de trauma, infeção ou mudança brusca da pressão), Timpanoesclerose (Espessamento do Tímpano), Otite Média (Acumulação de fluido no Ouvido Médio que pode ou não, estar com infeção), Disfunção na Trompa de Eustáquio (Bloqueio no tubo que vai desde o Ouvido Médio até à parte de trás do nariz e garganta), Otosclerose (Condição médica que causa o espessamento dos três pequenos ossos do Ouvido Médio), Colesteatoma (Crescimento anormal no Ouvido Médio).

A Perda Auditiva Condutiva é muitas vezes tratada clinicamente ou cirurgicamente. No entanto, nos casos em que a intervenção médica ou cirúrgica não é apropriada ou insuficiente, os indivíduos com Perda Auditiva Condutiva podem ser tratados com Aparelhos Auditivos.


Perda Auditiva Neurossensorial

Pode resultar de problemas ao nível do Ouvido Interno ou nas Estruturas Superiores que transmitem a informação ao Cérebro.

É o tipo de Perda Auditiva mais comum nos adultos e também a causa mais comum de Perda Auditiva permanente em crianças. Pode ser Congénita (presente à nascença) ou Adquirida.

Causas de Perda Auditiva Congénita: Anomalias genéticas e Síndromes, Complicações no parto (asfixia ou anóxia), Infeções maternas (rubéola e citomegalovírus).

Causas de Perda Auditiva Adquirida: Exposição ao ruído (No local de trabalho ou por meio de atividades de lazer como música alta, uso de armas de fogo ou ferramentas elétricas), Envelhecimento (Presbiacusia), Doença de Menière (Condição médica que também pode causar zumbidos e vertigens), Trauma acústico (Lesões causadas por objetos estranhos empurrados para dentro do Canal Auditivo), Lesão na Cabeça ou Pescoço, Anormalidades / distúrbios do Ouvido Interno, Drogas ototóxicas, Meningite bacteriana, Neurinoma do acústico (Tumor no Nervo Auditivo).

Ao contrário da Perda Auditiva Condutiva, a Perda Auditiva Neurossensorial é quase sempre permanente. É geralmente gerida através da Reabilitação Auditiva, que pode incluir a amplificação com Aparelhos Auditivos.


Perda Auditiva Mista

A Perda Auditiva Mista resulta de problemas ao nível do Ouvido Interno e ao mesmo tempo, do Ouvido Médio ou Ouvido Externo.

As Perdas Auditivas Mistas são portanto descritas como tendo uma componente Neurossensorial e uma componente Condutiva.

Pode-se dar como exemplo, um indivíduo com uma Perda Auditiva Neurossensorial causada pelo Envelhecimento (presbiacusia) e ao mesmo tempo, uma Perda Auditiva Condutiva causada por Tímpano perfurado.

Nalguns casos de Perda Auditiva Mista, é feito o tratamento médico da causa da componente Condutiva, o que pode melhorar a Audição global do indivíduo e posteriormente fazer a Reabilitação Auditiva com Aparelhos Auditivos.


Contactos:

Telefone: 291 642 364 / Telemóvel: 964 607 705

Morada: Rua 5 de Outubro nº 58B, Galerias 5 Outubro

1º Andar - Loja 25, 9000-079 - Funchal, Madeira

Funcionamento:

  • 2ª a 6ª Feira: 9:00 - 12:30 (Mediante Marcação - COVID-19)
  • 2ª a 6ª Feira: 14:30 - 18:00 (Mediante Marcação)
  • Sábado: 9:00 - 14:00 (Mediante Marcação)